csctv
banner vidracaria ametista1

Maia defende regulamentação do teto de gastos

O presidente da C√Ęmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pediu uni√£o para retomar a vota√ß√£o da agenda de reformas e afirmou que vai dar urgência à regulamenta√ß√£o [...]

Por Redação Paraná Urgente em 06/10/2020 às 14:54:37

O presidente da C√Ęmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pediu uni√£o para retomar a vota√ß√£o da agenda de reformas e afirmou que vai dar urgência à regulamenta√ß√£o do teto de gastos públicos. "Com a regulamenta√ß√£o do teto de gastos, a gente resolve o problema social", afirmou.

"Precisamos retomar o nosso trabalho unidos, todos os líderes da C√Ęmara e do Senado que compreendem a import√Ęncia da moderniza√ß√£o do Estado e da constru√ß√£o de um programa social, dentro do teto de gastos para poder dar suporte a milh√Ķes de famílias que v√£o precisar do Estado brasileiro a partir de 1¬ļ de janeiro de 2021", disse Maia.

A declara√ß√£o foi dada na noite desta segunda-feira (5), após jantar com os ministros da Economia, Paulo Guedes; das Comunica√ß√Ķes, F√°bio Faria; e da Secretaria de Governo da Presidência, Luiz Ramos.

Reformas priorit√°rias

O presidente da C√Ęmara afirmou que também deve dar prioridade à vota√ß√£o das reformas tribut√°ria e administrativa. "A reforma tribut√°ria foi combinada com o governo no ano passado e tem como base as propostas da C√Ęmara e do Senado e a CBS do governo", lembrou.

Maia afirmou que est√° pronto para dialogar sobre a reforma tribut√°ria, incluindo outros pontos que o governo "entenda relevantes e queira encaminhar".

Ele também considera necess√°rio votar a reforma administrativa ainda neste ano. "Sem a moderniza√ß√£o do Estado brasileiro e uma eficiência do gasto na administra√ß√£o pública, o Brasil n√£o vai andar", alertou.

Retomada do di√°logo

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que também participou da reuni√£o, elogiou a retomada do di√°logo entre o presidente da C√Ęmara e o ministro da Economia para construir uma agenda republicana.

"Cada ator tem as suas responsabilidades perante a sociedade brasileira nessa rela√ß√£o de harmonia e comprometimento com causas, com a sensibilidade de compreender a import√Ęncia do di√°logo, da constru√ß√£o de pontes nessa rela√ß√£o institucional", disse Alcolumbre. "Essa reuni√£o marca um novo iniciar dessa rela√ß√£o, com franqueza, com honestidade, sempre dialogando para construir consensos."

O ministro Paulo Guedes agradeceu a Rodrigo Maia e afirmou que pedia desculpas por qualquer desconforto. "Do meu lado, nunca houve diferen√ßas pessoais. Os interesses do Brasil est√£o acima de qualquer divergência", destacou.

Guedes observou que a economia est√° voltando a crescer, com a cria√ß√£o de 250 mil empregos e o aumento do consumo de energia elétrica e da produ√ß√£o industrial.

Segundo o ministro, para garantir a retomada, o governo deve enviar ao Congresso mais propostas. "Vamos ter de aterrissar o programa de auxílio emergencial em um Renda Brasil robusto que atenda os 40 milh√Ķes de brasileiros invisíveis em programas de assistência social. Precisamos pensar em criar programas de emprego em massa para reduzir os custos. H√° uma pauta no Congresso com g√°s natural, saneamento, cabotagem, setor elétrico", afirmou.

*Com informa√ß√Ķes da Agência C√Ęmara

Fonte: Agência Brasil

Banner face

Coment√°rios

banner vidracaria ametista2