csctv

Prefeitura de Curitiba fecha e multa estabelecimentos que não poderiam estar abertos

Secretaria de Urbanismo e da Guarda Municipal estão fiscalizando o comércio para ver se o decreto que determina a suspensão da atividades não essenciais está sendo cumprido

Por Murilo Souza em 03/07/2020 às 08:41:06
Foto: Reprodução/RPC

Foto: Reprodução/RPC

A Prefeitura de Curitiba multou e fechou, na quinta-feira (2), estabelecimentos que não poderiam estar abertos na cidade, por causa da pandemia do novo coronavírus.

Equipes da Secretaria de Urbanismo e da Guarda Municipal estão fiscalizando o comércio para ver se o decreto que determina a suspensão da atividades não essenciais está sendo cumprido.

Na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), praticamente todo comércio e serviços estavam de portas fechadas – seguindo o decreto que suspende o funcionamento das lojas de rua, shoppings, salões de beleza, barbearias, clínicas de estéticas, academias e clubes.

"Estou mantendo fechado, pois a gente tem medo de levar uma multa e tentar ajudar a prevenção", afirmou o comerciante Jefte Delfino Vieira.

Mas, os fiscais também encontraram irregularidades. Em duas lanchonetes, clientes estavam consumindo alimentos, o que está proibido. De acordo com o decreto, esses estabelecimentos só podem funcionar com a retirada no balcão, delivery e drive-thru.

Lanchonetes de Curitiba foram flagradas funcionando de maneira irregular — Foto: Reprodução/RPC

Lanchonetes de Curitiba foram flagradas funcionando de maneira irregular — Foto: Reprodução/RPC

No 1º dia de vigor do novo decreto, as fiscalizações em Curitiba ainda foram de orientação.

Porém, agora, os estabelecimentos que forem flagrados descumprindo as regras recebem o auto de infração, com uma multa que vai de R$ 2 mil a mais de R$ 10 mil, e são fechados imediatamente.

A prefeitura ainda não divulgou um balanço sobre as lojas que foram fechadas.

Fonte: RPC Curitiba

Banner face

Comentários

transmissoes03