csctv

Governo do Paraná vai aplicar R$ 2,6 bilhões em obras de infraestrutura

Medida foi anunciada nesta terça-feira (23) pelo governador Ratinho Junior durante encontro com dirigentes do Sistema Ocepar

Por Redação Paraná Urgente em 24/06/2020 às 08:54:19
Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN

Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou o investimento de aproximadamente R$ 2,6 bilhões em infraestrutura no Estado. Parte do montante, cerca de R$ 600 milhões, será aplicada diretamente na modernização da malha rodoviária paranaense. O foco é ampliar a capacidade de transporte de cargas e, consequentemente, alavancar a economia do Paraná.

O anúncio foi feito nesta terça-feira (23), no Palácio Iguaçu, durante reunião por videoconferência com dirigentes do Sistema Ocepar. "O cronograma de investimento para transformar o Paraná na central logística do Brasil está mantido, apesar da pandemia de coronavírus e da queda na receita. As obras começam ainda neste ano", destacou o Ratinho Junior.

Segundo ele, os recursos virão da conclusão de dois empréstimos. Um deles, de R$ 1,6 bilhão, é junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e está em fase final de tramitação no Tesouro Nacional. A expectativa, ressaltou o governador, é que seja liberado até o fim de julho.

O montante será dividido em quatro grandes ações: infraestrutura rodoviária (R$ 600 milhões), Programa Litoral (R$ 600 milhões), Segurança Pública (R$ 300 milhões) e Agricultura (R$ 100 milhões). As obras integram o programa de projetos executivos lançados no ano passado pelo Governo do Estado.

O restante, cerca de R$ 1 bilhão, vai ser aplicado diretamente nos municípios. Aproximadamente R$ 400 milhões virão do próprio orçamento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas. A outra parte, estimada em R$ 600 milhões (US$ 118,3 milhões), foi obtida também por empréstimo junto ao BID.

Ratinho Junior reforçou que a intenção é fomentar o desenvolvimento das cidades, ajudando a gerar emprego e renda em todas as regiões. "Uma maneira importante de minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus", disse o governador.

Ele destacou ainda que os recursos foram disponibilizados ao Estado porque o Paraná atende os parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal, tem capacidade de endividamento e selo de bom pagador.

PR-280 – Entre as intervenções, Ratinho Junior destacou a ampliação da capacidade da PR-280. Principal corredor da região Sudoeste, a rodovia será modernizada e vai ganhar terceiras faixas em 32 pontos ao longo de toda a sua extensão, considerados essenciais pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PR). A intervenção vai concluir a primeira etapa do plano de recuperação da rodovia.

"Serão muitas terceiras faixas para ampliar a capacidade e também melhorar a segurança para quem usa a rodovia", afirmou o governador.

Além disso, ressaltou ele, o Governo do Estado finalizou as tratativas com o Ministério da Infraestrutura para incluir a PR-280 dentro das novas concessões. A partir de novembro de 2021, com o fim dos contratos com as concessionárias em vigor atualmente, o Paraná passará de 2,5 mil quilômetros para 4,1 mil quilômetros de rodovias pedagiadas. A negociação permitirá, entre outras intervenções, a duplicação por completo do corredor. "Serão pedágios com tarifas mais baixas que as atuais", disse.

Além da PR-280, a PR-323 (Noroeste) e a PR-092 (Norte Pioneiro) também serão incluídas no pacote de concessão que formará o novo Anel da Integração do Paraná.

PALMAS – Outro trecho da PR-280, na região de Palmas, receberá uma remodelação diferente dentro desse primeiro pacote de ações, antes da concessão. Devido ao desgaste do asfalto, vai ganhar uma pavimentação de concreto. O DER-PR finaliza os detalhes do estudo que permitirá a obra.


Fonte: AEN - Agência Estadual de Notícias

Banner face

Comentários

transmissoes03