csctv
banner vidracaria ametista1

Supremo quebrou sigilo de Temer e parlamentares

o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia adotado a mesma medida contra parlamentares em exercício de mandato e contra o ex-presidente Michel Temer

Por Redação Paraná Urgente em 18/06/2020 às 09:41:39
 Getty Images

Getty Images

Antes de quebrar o sigilo banc√°rio de um senador e dez deputados bolsonaristas, o Supremo Tribunal Federal (STF) j√° havia adotado a mesma medida contra parlamentares em exerc√≠cio de mandato e contra o ex-presidente Michel Temer. Ao falar com apoiadores, nesta quarta-feira, na sa√≠da do Pal√°cio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro disse que a quebra de sigilo de parlamentares "n√£o tem história nenhuma vista em uma democracia, por mais fr√°gil que ela seja."

Entre as autoridades que j√° tiveram os dados banc√°rios vasculhados por decis√£o da Corte est√£o os senadores Renan Calheiros (MDB-AL), Fernando Collor (Pros-AL) e Jader Barbalho (MDB-PA), além dos deputados Aécio Neves (PSDB-MG) e Gleisi Hoffmann (PT-PR).

A decis√£o do ministro do STF Alexandre de Moraes pela quebra do sigilo banc√°rio dos parlamentares bolsonaristas, atendendo a um pedido da Procuradoria-Geral da Rep√ļblica, é a "dilig√™ncia mais natural poss√≠vel" para pessoas p√ļblicas, diz o procurador regional da Rep√ļblica Blal Dalloul. "Dilig√™ncias desse porte n√£o constituem, de forma alguma, novidades numa democracia fortalecida", afirmou.

Em fevereiro de 2018, o ministro Lu√≠s Roberto Barroso autorizou a quebra do sigilo banc√°rio do ent√£o presidente Michel Temer no inquérito que investigava irregularidades na edi√ß√£o do decreto dos portos. A medida havia sido pedida pelo delegado da Pol√≠cia Federal Cleyber Malta. Na época, Temer divulgou uma nota informando que solicitaria ao Banco Central os extratos de suas contas banc√°rias e que n√£o tinha "nenhuma preocupa√ß√£o com as informa√ß√Ķes".

Em 2016, o ministro Teori Zavascki determinou a quebra do sigilo banc√°rio do ent√£o presidente da C√Ęmara dos Deputados, Eduardo Cunha, na Lava Jato. Teori também adotou a medida contra Collor na apura√ß√£o sobre supostos desvios da Petrobr√°s.

J√° o ent√£o senador Aécio Neves teve o sigilo quebrado por determina√ß√£o do ministro Marco Aurélio Mello em dezembro de 2017. Na época, o ministro considerou indispens√°vel o acesso às informa√ß√Ķes, para rastrear a origem e o destino de recursos supostamente il√≠citos nas investiga√ß√Ķes em torno da dela√ß√£o da JBS. As informa√ß√Ķes s√£o do jornal O Estado de S. Paulo.

Banner face

Coment√°rios

transmissoes03